Armazenada em madeira de oliveira. O sabor da verdadeira cachaça e a longevidade da oliveira reunidas em um só conceito. A palavra “Cambarissú” era usada pelos índios Tupis para identificar uma espécie de grande “tambor”, com parte enterrada no solo, contendo em seu interior certa porção de areia magnética e outros ingredientes. Ao percutir a película superficial ou couro desse instrumento, as mensagens eram transmitidas e captadas por outro aparelho idêntico a mais de 4 km de distância! Seria uma espécie de telégrafo, celular, e-mail ou talvez comunicação virtual. Este “aparelho” foi encontrado em certa tribo Tupi, do Amazonas, onde recebeu este nome, descrito pelo etnólogo alemão Bach. (Luíz Caldas Tibiriçá - Dicionário Guarani – Português. Traço Editora – São Paulo – SP, 1989. ISBN – 85-7119-017-8). Cambarissú hoje poderia ser entendido como um sofisticado meio de comunicação “virtual” feito por frequência, com mensagens transmitidas e captadas pelas areias magnéticas do aparelho há quilômetros de distância. Queremos que essa comunicação virtual, da época dos Guaranis, chegue hoje até você com a seguinte mensagem: Cambarissú, uma das melhores cachaças do Brasil, a única no mundo envelhecida em tonéis de oliveira! A Cachaça Cambarissú presenteia você com um sache contendo uma lasca da madeira da oliveira de cultivo próprio, a mesma madeira que utilizamos em nossos tonéis, para garantir a persistência e sabor incomparável da Cachaça Cambarissú. Grad. Alc.: 40% Vol.

Cachaça Cambarissú Miniatura 50 ml (Conheça todas)

R$ 14,00Preço
Envelhecimento
  • 1 ano de envelhecimento.