Dissipador de Campo
de Radiações Eletromagnéticas
O D.C.R.E.® é um aparelho natural que atua como Dissipador de Campo de Radiações Eletromagnéticas nocivos. A sua principal forma de atuação é a sua composição de silício e carbono através do “Quartzo Rutilado” que com uma estrutura de inúmeros “Rutilos” de Carbono, Titâneo, Ilmenita e Ferro dentro do quartzo pode dissipar ou transmutar “campos eletromagnéticos nocivos”. Estes fios que se entrecruzam formam uma potente “grade” transmutadora das Ondas Nocivas, absorvendo estas radiações e transmutando-as.

Em recente estudo Italiano realizado no Departamento de Matemática Física e de Biosistemas, o Prof. Dr. Ferdinando Degam da Università Degli Studi di Padova , comprovou que juntos, silício e carbono têm a capacidade de reduzir os campos eletromagnéticos em freqüências entre 15 Mhz a 200 Mhz (raios infravermelhos) numa percentagem que varia de 15% a 75% no domínio de interferências entre os telefones celulares e o pavilhão auditivo do utilizador. Estas respostas foram obtidas para freqüências de aparelhos em 900 Mhz.

Lamentavelmente o efeito físico direto não pode ser medido por aparelhos convencionais, por ser difícil separar as variáveis e pontuais ondas eletromagnéticas presentes a nossa volta e as emitidas pelo celular, para isso seriam necessários alguns aparelhos como microscópio de elétrons ou espectrofotômetro, que permite a realização de um teste denominado espectrofotometria ultravioleta para determinar a carga e vibração do cristal em relação às Ondas Eletromagnéticas. Um outro aparelho ultra-sofisticado de nome Espectrocidade Optoacústica, que converte a freqüência da luz em som, é capaz de medir a dissipação das ondas nocivas envolvendo a composição de silício.

Importante: muito embora o Prof. Dr. Degam tenha comprovado as reações do corpo humano e as alterações geradas por um campo eletromagnético (a natureza do D.C.R.E ®), isto não permite uma repetição objetiva de ensaio e, portanto, não temos como assumir a responsabilidade de eventuais investigações baseadas em outras modalidades investigativas.